Informativo

Frango tem semana de forte recuo de preços

10/06/17

Após semanas de estabilidade, os preços do frango vivo registraram forte queda nesta semana. O consumo enfraquecido de final de mês, aliado ao desempenho fraco das exportações, deixou o ambiente de negócios frágil. Segundo levantamento de preço realizado pelo economista André Lopes das cinco praças pesquisadas em quatro delas houve recuo na cotação. A maior queda ocorreu em Minas Gerais, que perdeu 12% de seu valor, sendo cotado a R$ 2,20/kg. Seguido do Paraná, onde a queda foi de 8,89% deixando o quilo do animal vivo precificado em R$ 2,05/kg. No atacado, os fracos volumes de venda, em decorrência do período do mês, resultaram em queda nas cotações. A carcaça passou de R$3,40/kg para os atuais R$3,27/kg, redução de 3,8% em uma semana.

 

Para o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) diante do baixo desempenho do mercado interno, o foco das indústrias neste momento passa ser as exportações. "Isso porque casos de influenza aviária seguem ocorrendo em vários países, o que pode favorecer os embarques brasileiros", alerta pesquisadores do Cepea. Segundo Centro, na última semana foram anunciados dois novos focos da doença na Rússia e Egito, países que são importantes compradores da carne brasileira. Mas, até que essas notícias possam voltar a beneficiar o Brasil, o fato é que as exportações de carne de frango continuam registrando resultados abaixo da expectativa.

 

Exportações - As exportações de carne de frango 'in natura' caíram em receita e volume no mês de maio, tanto em relação ao mês passado, quando ao igual período do ano passado. No período foram embarcados 391,1 mil toneladas, sendo a média diária de 14,5 mil/t. Esse resultado representa queda de 11% na comparação com o mês anterior e, 13,8% frente maio/16. Em receita, as vendas externas totalizaram US$ 527,6 milhões, ficando 11,3% abaixo do mês anterior e, 4,9% se comparado ao igual período do ano passado.

Fonte: Site - Notícias Agrícolas

Área do Associado

Cadastre seu e-mail

Receba nosso boletim informativo diretamente no seu e-mail.