Informativo

Para o Combate à Coccidiose Aviária

13/09/21

A coccidiose aviária, causada por protozoários do gênero Eimeria, é uma das doenças mais comuns da avicultura. A enterite resultante da enfermidade leva as aves a um quadro clínico de desidratação, apatia, diarreia, conteúdo alaranjado ou sangue nas fezes, entre outros, além da redução da capacidade de absorver nutrientes e passagem de ração, prejudicando assim o desempenho zootécnico dos lotes.

O uso de produtos anticoccidianos tem sido a principal ferramenta para realizar o controle da coccidiose de maneira efetiva há muitas décadas na avicultura industrial. Eles são classificados em dois grupos, conhecidos como sintéticos (popularmente chamados de químicos) e ionóforos, que têm contribuído enormemente para as estratégias de controle desse parasita pois possuem significativa atividade antibacteriana.

O veterinário Eduardo Muniz, Gerente Técnico em Aves da Zoetis, reforça que "para uma empresa que faz uso de anticoccidianos na sua rotina de produção, é essencial conhecer o nível de sensibilidade das diversas drogas, para que se possa tomar melhores decisões no manejo de rotação, preservando assim a eficácia destas moléculas, que trarão, consequentemente, melhores resultados produtivos".

Muniz acrescenta ainda que os prejuízos causados por essa doença servem de alerta para todos os envolvidos nos processos produtivos e não devem de forma alguma ser negligenciados, "sendo a limpeza e a desinfecção das instalações, o manejo adequado e o uso racional dos anticoccidianos as principais formas de prevenção e controle a serem adotadas".

A Zoetis oferece soluções para o combate à doença, como o Avatec ® 20%, indicado para a prevenção da coccidiose em frangos de corte e em perus, e o Decoox ® 6%, também indicado para a prevenção da coccidiose em frangos de corte.

Fonte: Zoetis via site Portal do Agronegócio

Área do Associado

Cadastre seu e-mail

Receba nosso boletim informativo diretamente no seu e-mail.