Informativo

Tendências da produção mundial de carne de frango em 2017

26/04/17

O USDA reviu as projeções que havia apresentado em outubro de 2016 e reduziu em pouco mais de 1% a previsão de volume a ser produzido neste ano.

Em novo estudo (abril de 2017) sobre as tendências da produção mundial de carne de frango no exercício de 2017, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) reviu as projeções que havia apresentado em outubro de 2016 e reduziu em pouco mais de 1% a previsão de volume a ser produzido neste ano. Apesar disso, o total produzido tende a ficar 0,84% acima do que foi alcançado em 2016.

Para o USDA, o maior índice de crescimento do ano está reservado ao próprio país, os EUA: incremento de 7,52% sobre 2016. De toda forma, outros oito integrantes do ranking dos “dez mais” devem aumentar sua produção em índices que variam desde 0,71% (Rússia) até 7,14% (Índia). O Brasil fica no meio termo, com expansão prevista em 4,11%.

Em suma, nesse rol apenas um país tende a reduzir (e significativamente) a sua produção: a China. Mas, aqui, o que mais surpreende é constatar que, segunda produtora mundial até 2015, no ano passado a China caiu para a terceira posição – apesar de todas as vicissitudes enfrentadas o Brasil tornou-se segundo maior produtor mundial – e, neste ano, corre o risco de cair para a quarta posição. Ou seja: a produção de carne de frango chinesa pode ficar aquém não apenas de EUA e Brasil, mas também da União Europeia (UE).

Fonte: Site - Portal do Agronegócio

Área do Associado

Cadastre seu e-mail

Receba nosso boletim informativo diretamente no seu e-mail.